Terminei de Ler: O Mundo de Gelo e Fogo Parte 3

O Mundo de Gelo e Fogo Parte 3: Os Sete Reinos 
Autor: George R. R. Martin
Editora: Leya 
Páginas: 336
Capa dura
Dimensões: 30,8 x 23,2 x 4 cm
Peso: 1,8 kg (dá até para fazer levantamento de peso

Tudo o que você sempre quis saber sobre Westeros e tinha medo de perguntar a George R. R. Martin

A saga dos personagens de Crônicas de Gelo e Fogo não começou com as disputas pelo trono de ferro. Este Guia inédito e ricamente ilustrado reúne um amplo material inédito que se estende desde a Era da Aurora até a Era do Heróis; a partir da vinda do primeiros homens até a chegada de Aegon, o Conquistador; da conquista de Aegon do Trono de Ferro até a Rebelião de Robert e da queda do Rei Louco, Aerys II Targaryen, o que tem causado as "atuais" lutas dos Starks, Lannisters, Baratheon e Targaryen.

Esta edição de luxo traz também informações e detalhes preciosos sobre todas as casas dos Sete Reinos e as cidades além do Reino do Pôr do Sol, e a árvore genealógica dos Targaryen e Starks.

Em uma colaboração que tem funcionado por anos, George R. R. Martin se uniu a Elio M. García, Jr. e Linda Antonsson, os fundadores do primeiro e mais importante site de fãs de As Crônicas de Gelo e Fogo, (westeros.org), talvez as únicas pessoas que conhecem este mundo quase tão bem quanto o seu visionário criador.


Na 1ª Parte falamos sobre a história antiga, passando pela Longa Noite, chegada dos Primeiros Homens, Ândalos e Roinares em Westeros, pela Ascensão de Valiria até a Queda da gloriosa Cidade dos senhores de Dragões.
Na segunda parte, falamos sobre o império Targaryen em Westeros e sobre alguns reis Targaryen. 
E agora como podem ver pelo titulo, essa parte estará centrada nas terras dos 7 Reinos, mas vale lembrar que 'Sete Reinos' é um termo estranho, diga-se de passagem, para falar sobre as terras que os reis de Westeros governam de Porto Real, afinal, se fosse fizer as contas, em diferentes épocas, o numero nunca vai bater (coisa que o próprio meistre fala no decorrer de O Mundo de Gelo e Fogo).

=======================================================================

OS SETE REINOS
Aqui temos um compilado com os lugares dos 7 Reinos, com um resumo da história desses lugares, e eu selecionei, os lugares que mais me agradam para dar uma resumida à vocês:


1) O Norte
O Norte é uma terra muito fria, lá neva até no verão e o inverno no Norte é considerado muitas vezes mortal. 
Por ser muito frio, o Norte é um lugar pouco frutífero.
O Norte tem muito poucas cidades grandes e a maior é Porto Branco, erguida pelos Manderly, essa casa não era de origem nortenha e sim sulista, os Manderly vieram da Campina, pois tinham sido exilados a mando do senhor de Jardim de Cima.
O Norte é governado pelos Stark de Winterfell, e eles governam das terras da fronteira sul do Gargalo até Nova Dádiva, pois o rei Jaehaerys I conseguiu convencer o Lorde Stark de sua época a doar essas terras a Muralha.
O povo do Norte, é um povo antigo, e com costumes antigos, como na religião por exemplo, no Norte é onde tem mais seguidores dos Deuses Antigos. Eles também têm mais sangue dos Primeiros Homens em suas veias que os outros povos de Westeros.
Os Starks nem sempre governaram todas as terras do Norte, para isso ocorrer muito tempo passou e muitas guerras, mortes e extinções de casas grandes e pequenas. Uma das casas rivais mais fortes que os Starks tiveram foram os Bolton, senhores do Forte do Pavor e por muitas gerações essas duas casas brigaram uma com a outra, até que Rogar, o Caçador, se curvou perante a um Stark e jurou lealdade (que foi traída anos depois, cofcofcof, uma vez Rollo sempre Rollo).
Depois de decidirem suas brigas com os Bolton, os Starks só batalharam contra os Ândalos (e venceram esses) e com os Homens de Ferros, que sempre estavam lutando contra eles.

1.1) Os Cranogmanos
Eles são os povos mais baixos de Westeros, e dizem por aí que os são por terem se misturado com os Filhos da Floresta, mas não sabemos se existe verdade nisso e para os meistres, eles têm baixa estatura por causa da dieta à base de peixes, sapos e lagartos.
Eles vivem entre os pântanos do Gargalo, onde fizeram suas casas em cima de ilhas flutuantes.
Lorde Richard Stark, o Lobo Sorridente conseguiu a paz com esse povo ao tomar a filha do último 'Rei do Pântano' (como eram chamados os senhores dos cranogmanos) como esposa, depois disso os Stark e os cranogmanos viraram grandes amigos, principalmente por causa dos Reed, uma das grandes casas cranogmana).










1.2) Os Senhores de Winterfell

Os Starks eram Reis do Norte, porém isso mudou quando Torrhen Stark se ajoelhou perante à Aegon, O Conquistador, depois disso os Starks viraram Protetores do Norte.
Eles governam o Norte de Winterfell, o maior castelo do Norte. Dizem que Winterfell foi fundada por Brandon, o Construtor (o mesmo se ergueu a Muralha), mas existem provas de que Winterfell é um castelo que sempre foi crescendo com o tempo.
O lugar que escolheram para Winterfell é cheios de fontes termais e isso ajuda muito a sobrevivência no Castelo durante o inverno.










1.3) A Muralha e Além
A Patrulha da Noite

1.A) A Patrulha foi criada na época da Longa Noite, quando os Outros vieram tentar conquistar os reinos dos vivos. Ela foi criada para proteger as terras do lado sul da Muralha dos outros (que há muito tempo não são vistos) e dos Selvagens que vivem saqueando aldeias nortenhas.
No começo da Patrulha da Noite, o serviço era considerado um cargo honrado, mas infelizmente hoje em dia não é, a Patrulha virou lugar para criminosos, e a honradez da Patrulha só caiu fazendo com que muitos considerarem a Patrulha um estorvo.
Protegendo a Patrulha da Noite existe a Muralha, construída por Brandon Stark. A Patrulha possuí muitos castelos espalhados pela Muralha, são eles: Torre Sombria, Castelo Negro, Atalaialeste do Mar, Atalaiaoeste da Ponta, Bosque das Sentinelas, Guardagris, Portapedra, Colina de Geadalva, Marcagelo, Fortenoite, Lado Profundo, Portão da Rainha – antigamente Portão da Neve, antes de ser renomeado para homenagear a Rainha Alysanne -, Escudo de Carvalho, Atalaiabosque da Lagoa, Solar das Trevas, Portão da Geada, Archotes e Guadaverde. 
Mas só 3 deles funcionam hoje em dia:  Torre Sombria, Castelo Negro, Atalaialeste do Mar. 

A Patrulha divide os irmãos juramentados em 3 grupos:
INTENDENTES, que abastecem a Patrulha com comida, roupas e todas as coisas necessárias para a guerra, ou seja, são tipo donas de casas que sabem arrumar as armas dos maridos pras tretas;
CONSTRUTORES, que arrumam o que tiver que arrumar nos castelos;
PATRULHEIROS, são os que se aventuram nos confins além da Muralha para guerrear com os selvagens.

1.B) Os Selvagens
Para os sulistas que se consideram mais civilizados, o poço que vive para lá da Muralha, são chamados de 'Selvagens', mas para esse povo, eles se chamam de povo livre, pois não se curvam perante a nenhum rei e vivem livremente do jeito que querem.
Os 'Selvagens' são considerados inimigos do reino, e atualmente são os únicos inimigos da Patrulha.
Eles vivem isolados em várias tribos, que só se juntam quando alguém se alto intitula Rei Para Lá Da Muralha, mas isso não ocorre muitas vezes.
Há muito tempo, Durolar era o local para lá da Muralha em que mais parecia uma vila/Cidade, mas misteriosamente, a 'vila' e seus habitantes foram destruídos.
 






2) Dorne
Dorne e o Norte têm mais em comum do que os outros reinos, sim, um são o completo oposto do outros, mas ambos são os reinos em Westeros mais afastados dos outros, e por isso muitos dos costumes e leis são diferentes dos outros reinos:
“Um é quente, e o outro é frio, mesmo assim, esses antigos reinos de areia e neve estão separados do resto de Westeros pela história, pela cultura e pela tradição. Ambos são pouco povoados, se comparados com as terras entre eles. Ambos se prendem teimosamente às suas próprias leis e tradições. Nenhum jamais foi verdadeiramente conquistado pelos dragões. O Rei do Norte aceitou Aegon Targaryen como seu senhor pacificamente, enquanto Dorne resistiu ao poder dos Targaryen corajosamente por quase 200 anos, antes de, finalmente, se submeter ao Trono de Ferro pelo casamento. Dorneses e nortenhos são igualmente ridicularizados como selvagens pelos ignorantes dos 5 reinos ‘civilizados’ e celebrados pela sua bravura por aqueles que cruzam espadas com eles.”
Dorne é um lugar muito quente (o que me faz questionar o porquê de gostar tanto de Dorne, pois odeio calor), que tem muitos desertos e nenhuma cidade, só Vila Tabueira na foz do rio Sangueverde e a Cidade Sombria nas muralhas de Lançassolar, porém ambas estão mais para grandes vilas, do que para cidades.
A metade oriental de Dorne é árida e estéril, com um solo seco e pouco fértil.

Dorne foi o primeiro lugar de Westeros a ser povoado pelos Primeiros Homens, pois do mesmo jeito que os Ândalos, eles vieram de Essos, mas diferentes dos mesmos, vieram pelo istmo que ligava Essos e Westeros - não sabemos ao certo o que acabou com este istmo, mas isso ficou conhecido como A Ruptura, dizem que o istmo desmoronou por magia dos Filhos, outros acreditam que foi o próprio mar que foi aumentando aos poucos e causou isso. 
Porém poucos Primeiros Homens permaneceram ali, por ser um lugar pouco fértil. Os Primeiros Homens que permaneceram em Dorne se dividiram entre a foz do Sangueverde, onde cavaram canais e valas para trazerem águas até arvores e cultivos que plantaram; Outros preferiram ficar ao lado do mar estreito, pois a costa de Dorne é mais tolerante do que a meridional; Os mais inquietos seguiram em frente e estabeleceram seu lar no sopé sul das Montanhas Vermelhas.


De tais origens vieram os 3 tipos distintos de dorneses que conhecemos hoje, e foi o Jovem Dragão, Daeron I que lhes deu esses nomes: Dorneses pedregosos, dorneses arenosos e dorneses salgados.

Dorneses pedregosos é parecido com o ruivo da foto a cima, dorneses arenosos é parecido com o dornês do meio, com a pele mais morena e os dorneses salgados é o terceiro da foto, com um estilo mais 'surfista' e que também são mais escuros e morenos. 

Como na maioria dos outros reinos westerosi, Dorne também foi dividida por um monte de reinos, eles eram bem pequenos e distantes um do outro, mas isso não os impediu de brigarem entre si (como sempre), os reinos mais importantes da época dos Primeiros Homens foram os Dayne (casa que ficou famosa por causa da Alvorada, uma espada lendária e que teve vários donos, mas só um Dayne era honrado e digno dela), Fowler e Yronwood. 

Os Martell só foram chegar à Dorne com os Ândalos, um jovem ândalo, de nome Morgan Martell, ocuparam terras frouxamente mantidas entre o Braço Partido e o Sangueverde, e com o tempo cresceram, mas isso demorou muito tempo, pois os Martell sempre foram um povo cauteloso. 















Foi com a chegada dos Roinares que os Martell cresceram definitivamente e se assentaram como os Senhores de Dorne, pois Nymeria e Mors Martell casaram e com isso os Martell ficaram mais poderosos e respeitados.

Os senhores dorneses não tem o costume de se chamarem 'Reis', eles sempre se chamaram de Príncipe ou Princesa, pois em Dorne, continuando com a cultura roinar, uma mulher pode governar. E se o primogênito de um lorde dornes for mulher ela também pode governar antes de um irmão homem.

Em matéria de amor, Dorne é só alegria, homem ficar com homem e mulher com mulher não é motivo de zombaria.
Os dorneses também não distinguem um filho bastardo de um legítimo, e eles não tem esses preconceitos que os outros westerosis tem com bastardos.
Os dorneses também são conhecidos por terem muitas amantes e não ligarem para isso.

2.1) Dorne contra os Dragões
Dorne, ficou conhecida como o único Reino a não se curvar perante Aegon e sua irmãs, eles brigaram avidamente com os Targaryen por muitos anos, e foi em 10 d. C que os dorneses tiveram sua vitória mais significativa, pois Meraxes morreu em Toca do Inferno, sobre a morte de sua cavaleira, Rhaenys, não sabemos ao certo, mas, o mais certo, seja que ela morreu junto com seu dragão.
Nos 2 anos seguintes muitas mortes rolaram em Dorne, muitos castelos foram queimados, pois Aegon queria mostrar sua ira por sua irmã morta, mas em 13 d. C com a morte de Meria, seu filho cansado de guerras sugeriu ao Trono de Ferro uma trégua. 
Esta trégua seria só entre 2 reinos cansados de brigarem e não entre um reino que conquistou o outro, muitos falaram ao Conquistador que se ele aceitasse pareceria fraco perante aos outros reinos.
O rei Aegon estava quase decidindo que não ia aceitar os termos de Nymor, mas Deria Martell filha dele, entregou outra carta, o que tinha nela nunca saberemos, pois depois de ler o Conquistador queimou a carta, mas por fim ele aceitou isso e essa paz entre Westeros e Dorne durou por muitos anos.
Porém após muito tempo, Daeron I, o Jovem Dragão, quebrou esse acordo ao tentar mais uma vez conquistar Dorne e isso foi horrível, com muitas mortes dos dois lados, incluindo a dele mesmo.
Depois disso a paz não existiu por muito tempo, mas um rei maravilhoso subiu no Trono de Ferro, Daeron II, o Bom, e foi com ele que Dorne enfim passou a ser um dos reinos de Westeros, ele conseguiu isso com acordos de casamentos, mas ele não obrigou os dorneses a adotarem todas as suas leis e sim permitiu que eles continuassem com suas próprias leis.

2.2) Lançassolar
Lançassolar foi erguida pela casa Martel, e até a chegada dos Roinares era um lugar ‘meio feio’, mas com eles, muito foi acrescentado com as características das culturas roinares.
Antes ela se chamava Navio de Areia e só ficou conhecida como Lançassolar depois que os Martell adotaram o sol roinar, junto da lança como emblema da família.

Bônus (Pois não gosto muito dessas regiões, mas as acho MARAVILHOSAS):


3) Terras Fluviais
Elas são terras que vão do Gargalo (que faz divisa com o Norte) até perto da Baía da Água Negra. Essas regiões foram as regiões que mais sofreram com guerras, pois são uma região muito fértil e também porque faz divisa com todos os Sete Reinos, menos Dorne.
As guerras nessas região já começaram com a chega dos Ândalos em Westeros, eles lutaram e massacraram os Primeiros Homens que aqui viviam, e dizem também que os Filhos da Floresta, mas muitos não acreditam nisso, pois dizem que os Filhos já tinham sumido desta região à muito tempo.
Esta região é cercada por mitos e canções que os meistres não acreditam. Só o que sabemos com clareza é que quando os Ândalos chegaram nesta região destruíram muitos bosques com represeiros, há um local em que as plantas nem nascem mais, este local é monte Coração Alto, lugar sagrado tanto para os Primeiros Homens como parar os Filhos e que foi destruído pelos Ândalos. 





Correrio
As Terras Fluviais passaram de mão em mão, os Senhores da Tempestade já foram 'donos' de lá, os Homens de Ferro também é foi na mão destes que Aegon, o Conquistador, encontrou as Terras Fluviais quando chegou, para conquistar, em Westeros, ele matou Harren Hoare e destruiu sua casa, e seu castelo Harrenhal, depois disso nomeou Edmyn Tully, senhor de Correrrio, como senhor das Terras Fluviais, pois o Tully  foi o primeiro senhor das Terras Fluviais a apoiar o Conquistador.
Os Tully permaneceram senhores daqui por muitos e muitos anos. 
Gêmeas 

Harrenhal

4) O Vale
É um lugar bem rico também, e foi provavelmente por isso que os Ândalos chegaram aqui primeiro. Chegando aqui eles não encontraram tanta resistência, pois os senhores Primeiros Homens que aqui residiam não eram unidos e preferiam brigar entre si, fora que as cidades/vilas daqui eram espalhadas e não uma perto da outra. 
As batalhas dos Ândalos contra os Primeiros Homens no Vale continuaram por algum tempo, com a derrota dos Primeiros Homens. 
Mas isso mudou de uma hora para a outra, afinal um dos Primeiros Homens, Robar Royce, conseguiu unir alguns Primeiros Homens através de casamentos, e a retaliação contra os Ândalos começou. 
Vendo que os Primeiros Homens estavam conseguindo vencer os Ândalos, um jovem de nome Artys Arryn, conhecido como o Cavaleiro Falcão, resolveu fazer o mesmo que Robar, começou a reunir seus iguais, que deixaram as brigas entre si de lado.
Esses dois se encontraram numa terrível batalha aos pés da Lança do Gigante, não sabemos o certo o que aconteceu aí, porém os Ândalos comandados pelo Cavaleiro Falcão venceram os Primeiros Homens e depois disso reinaram absolutos no Vale. 
Com isso, os Arryn foram Reis do Vale, que ficou conhecido como Vale de Arryn por anos e anos, até a chegada do Conquistador, depois disso, eles se curvaram perante os Targaryen e viraram Senhores Protetores do Vale.


O Ninho da Águia                      
O Ninho da Águia é um dos castelos westerosi mais bonitos, rivalizando apenas com Jardim de Cima, na opinião de muitos. O castelo apesar de lindo é bem pequeno, ele foi construído pelo neto do Cavaleiro Falcão, Roland Arryn, que por ter viajado muito na sua infância, achou os Portões da Lua - sede da casa Arryn na época - sem graça demais, porém não foi ele quem terminou as obras, afinal morreu antes. 
O Ninho da Águia teve sua construção feita com muita lentidão, pois era difícil levarem as pedras de mármore e só depois de meio século foi terminado.
O Ninho da Águia se tornou um lugar impenetrável - a não ser por dragões como Visenya Targaryen provou -, porque para um exército chegar a ele, precisam passar por 4 outros castelos, os Portões da Lua, o primeiro castelo Arryn, e também por Pedra, Neve e Céu, fora que ele está empoleirado num penhasco de cerca de duzentos metros.

O Ninho da Águia é sede da Casa Arryn nas estações do verão, primavera e outono, mas no inverno isso é impossível, então os Arryn usam os Portões da Lua nesta estação. 
Portões da Lua
OBS: Curiosamente, Pedra do Dragão, sede da Casa Targaryen, e Reino dela antes de Aegon e suas irmãs conquistarem Westeros não é considerado um reino dos Sete Reinos. Em alguns casos as Ilhas de Ferro, também não são consideradas, porém na época que este livro foi lançado em Westeros era (sim supostamente O Mundo de Gelo e Fogo é um livro lançado por um 'meistre' para os westerosi). 















=======================================================================
Não falei sobre os outros locais, mas deixo aqui fotos de cada um deles: 


Casterly Rock (Terras Ocidentais)

Ilha de Tarth (Terras da Tempestade)

Jardim de Cima (Campina)

Ponta Tempestade (Terras da Tempestade)

Pyke (Ilhas de Ferro)

Porto Real
=======================================================================
Bem, por hoje é isso, a próxima parte será a ultima, e centra nos outros lugares deste mundo grandioso que Martin escreveu. 

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Deixe seu comentário!

Topo